Total de visualizações de página

Google+ Followers siga GELCIONE SILVA

ANUNCIE AQUI:

ANUNCIE AQUI:
CONSULTORIA EXOTÉRICA, CARTAS, BÚZIUS E CONSELHOS ESPIRITUAIS: MÂE GILDA DE OXUM, TELEFONE: 84 8803 0174

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

JORNAL DE FATO: BARAÚNA PEGA FOGO II

JUSTIÇA PEDE DOCUMENTOS DA EMPRESA DO PREFEITO
Baraúna - A juíza Uefla Fernanda Duarte Fernandes, na Ação Popular pedindo o afastamento do prefeito Aldivon Simão do Nascimento, de Baraúna, determinou o afastamento imediato de Isoares Martins de Oliveira das funções de engenheiro da Prefeitura, assim como requisitou a documentação referente às empresas Consplan Ltda., Aquaparque Ltda. e a empresa Perfil Ltda, que estariam sendo usadas para desvios de recursos públicos.
A decisão da juíza foi assinada no dia 31 de agosto e ontem foram tomadas as primeiras providências, tais como oficializar as partes para providenciar a documentação referentes às empresas e também para incluir, entre os passivos da Ação Popular, Francisco Geilson Medeiros Honorato, que na verdade é a principal testemunha no caso, tendo sido ele o denunciante tanto na Câmara Municipal como no Ministério Público Estadual.
Em contato com a imprensa, Geilson Oliveira contou que a empresa Aquaparque Ltda, que está registrada no nome de Deikson Ronaly F. de Oliveira, na verdade é dele. E que esta empresa venceu a licitação pública, no valor de R$ 58 mil para fazer o trabalho de limpeza da cidade. No entanto, quem faz o serviço de limpeza é a empresa Perfil Ltda. A ele cabia tirar a Nota Fiscal, ficar com R$ 18 mil, e repassar R$ 40 mil/mês ao prefeito Aldivon Nascimento.
Geilson foi convocado pelos vereadores na Câmara e lá contou tudo. O mesmo foi dito ao Ministério Público Estadual, que diante do quadro, passou a investigar o caso através do Grupo de Atuação Especial para Prevenção e Repressão ao Crime Organizado (GAERCO). O promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro disse que o trabalho é feito por um grupo de promotores e que deve apresentar resultados nos próximos 50 dias.
Das declarações de Geilson Câmara, os senhores José Ailton Lopes, Francisco Taciano de Lima, Humberto Gonzaga de Araújo, Edileuzo Quintino da Costa e Jercejaime Rodrigues Pereira contrataram os serviços do advogado Nelito Lima Ferreira Neto para mover uma Ação Popular contra o prefeito Aldivon Nascimento, Isoares Martins e demais envolvidos no esquema de corrupção instalado para desviar recursos públicos em Baraúna.
Ao juntar a documentação solicitada, é provável que a Justiça, nos próximos dias, tome uma decisão com relação ao pedido da Ação Popular no sentido de afastar o prefeito Aldivon Nascimento, com base na denúncia do suposto esquema de desvios de recursos públicos nos contratos de limpeza pública. Além destes crimes, o promotor Armando Lúcio, que deu parecer favorável na Ação Popular, existem várias outras irregularidades já comprovadas. Ele desconfia que pelo menos R$ 30 mil e
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...